PORQUE É MAIS FÁCIL JOGAR A CULPA EM VOCÊ...

Conheci histórias ao longo da minha vida que tinham um ponto em comum, a bendita culpa. Sim, ela mesma, conhecida sua? Minha também..
Fiz terapia por diversas vezes e sempre me dei alta, uma por não ter saco (literalmente) pro marasmo das consultas e pela demora que as coisas levam para acontecer.
O importante das terapias é o despertar a vontade de se conhecer, de assumir que temos defeitos, cometemos erros, enfim, um processo de negação, aceitação e de culpa. (lá vem ela de novo)
Todos nós, seres humanos, colocamos a culpa do erro em alguém, nunca em nós mesmos. E só percebi isso, décadas depois de ter passado por situações abusivas e ter brigado, xingado, e feito tudo errado. 
A caída dessa ficha, dói. Dói porque você se acha uma idiota, e mais 565 milhões de adjetivos negativos, que sinceramente dependendo da situação, só te deixa pior. Ainda bem que comigo aconteceu numa fase que eu já havia superado várias etapas. (Não, eu não sou a pessoa mais bem resolvida da vida, e nem quero ser, pq ai deve ser chato pra cacete.)
 Sou uma pessoa que fala muito, mas que também ama ouvir e aconselhar. E isso traz até mim diversas histórias e conflitos parecidos com os que vivi. E o mais interessante disso tudo é que as pessoas não percebem o fator manipulador no outro, quando esse ser, insiste em transferir suas falhas, suas frustrações, seus erros, e seus medos para o outro ( seja parceiros, filhos, pais, irmãos, etc...)
Assumir nossos erros não é tarefa fácil, mas é necessário um primeiro passo, um desafio e é sempre isso que eu aconselho, uma auto análise.
Eu gosto muito de escrever, colocar a caneta no papel, ou os dedos no teclado, pra transferir o que penso me ajuda a pensar duas vezes.
Pensar e escrever, e repensar, te ajudará a resolver, talvez uma coisa, talvez nenhuma coisa, mas se resolver, se enxergar.
Ouço e uso muito a seguinte frase: Não deixe a tempestade do outro invadir a sua paz. Ela me faz analisar quem está interagindo comigo (sim, eu analiso as pessoas o tempo todo, quero saber as entrelinhas, e confesso, hora ou outra as verdades vêm à tona, e eu fico feliz com isso, porque é sinal de que minhas observações e sentidos estão bem apurados)
Comece a ser mais criterioso(a) na vida, observe quem fala com vc, não se sinta obrigado a nada, nem mesmo a reagir às situações, na hora q o outro espera uma reação sua. Você pode pedir, ou esperar pra pensar, e como já falei antes, pensar resolver meio caminho.
Não se deve resolver as coisas no calor de uma discussão, pedir um tempo, é chamar pela sabedoria do entendimento, e ao final decidir o que você quer, o que é importante para você.
Você é o centro das coisas, se você estiver bem, tudo e todos ao seu redor estarão. Se você reconhecer seu valor, terá valor para os outros.

LEMBRE-SE: Preserve a SUA Paz. Assuma as tuas culpas, mas somente as suas, e não é ruim assumir que se tem culpa, é libertador. 

 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MULHERES e Miomas 2

UMA GANGORRA CHAMADA DIABETES

UNIVERSO DO GATO