UMA GANGORRA CHAMADA DIABETES

Nesse exato momento estou a pensar sobre a Gangorra do Diabetes. Nunca antes, eu pensara nisso, pode ser porque nunca tenha vivido isso.
Hoje o diabetes faz parte do meu dia, assim como seus altos e baixos. Fácil? Mão é, mas com o tempo você se acostuma e tira de letra.
Tenho muito orgulho depois de 1 ano e 4 meses, em dizer que sou diabética tipo 2, controlada com exercícios e alimentação. Já tomei medicação? Já, para acostumar ao novo ritmo de vida, e depois foi retirado aos poucos pelo meu endócrino.
Ter diabetes não te torna incapaz de fazer nada. Lembro quando ouvi uma pessoa me dizer que tinha dó de mim, porque eu furava meu dedo.Respondi que eu tira muito orgulho de poder furar meu dedo, porque isso era sinal que eu descobri a tempo de tratar, e levar uma vida mais saudável.
Sinceramente eu acho isso, imaginem quantas pessoas descobrem e resolvem tratar depois de uma amputação, depois de um avc, ou depois de tantas outras sequelas que a diabetes pode causar.
Eu digo para quem quiser ouvir, prefira tratar a diabetes, a lidar com as neuropatias, a prevenção é a melhor maneira. Fingir que ela não existe é alimentar um inimigo silencioso, que te mata aos poucos, enfraquecendo todos seus órgãos.
Viver com diabetes, respeitar o seu corpo, aprender sobre as implicações, é muito saudável para todos, se você não tem, consegue auxiliar alguém que tenha.
Ser diabético é uma sentença de vida, porque viver com diabetes é possível!

Até Breve! 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MULHERES e Miomas 2

UNIVERSO DO GATO